BLOG E SITES

  • LEITORES
  • 13 de mar de 2017

    ALGUNS CONSELHOS OPORTUNOS



     


    Sr Jorge,

    Não estou segura em digitalizar a carta aqui no Ministério.
    Irei transcrever a carta recebida no Centro ...

    *** No decorrer do que relatei no Whatsapp , a Dona Yvonne que havia achado ter visto na quarta de cinzas eu vi na FEB. Eu realmente não a conhecia e nunca havia falado escutar nessa Senhora.
    *** No Centro.....eu resolvi ir quando comecei a acreditar que estava doida, dia 06/03

    Carta:

     Julia, querida irmã,

    Porque a insistência em buscar constantes respostas sendo que, se você olhar para si terás as respostas que busca sempre tão longe de si mesma.
    Lembre-se que mediunidade todos temos, em grau mais ou menos desenvolvido, bom os todos filhos do Criador, beneficiados pela dádiva do esquecimento para que tenhamos seguidos oportunidades de repararmos para que tenhamos seguidas oportunidades de repararmos erros do passado e nos entregarmos ao real trabalho divino.
    Em suas buscas tenha muito cuidado com situações que podem acabar mistificando a sua mente e lhe confundindo ainda mais os sentimentos.
    A Doutrina Espirita foi esclarecida ao homem para lhe dar uma fé raciocinada. É fundamental para qualquer filho do Pai, que ele tenha fé que saiba elevar seu pensamento ao Altissimo sempre que necessário, entendendo porquê o faz e o porquê as coisas ( lei da ação e reação).
    Essa é a máxima da Doutrina : aproveitar as oportunidades de cada reencarnação para aprimorar a si mesmo.
    Caso você tenha interesse pela Doutrina e não pelo misticismo de senso comum, és muito bem vinda nessa casa que por hora lhe acolhe, para que possas entender o espiritismo.
    Sendo ainda da sua vontade, a equipe que compõe um dos trabalhos dessa casa pode comparecer em sua residência para visitas fraternas.
    Desejamos que você acalme seus sentimentos, sinta-se em paz e não se deixe levar por meras impressões. Conheça aquilo que você tanto deseja desvendar desde muito tempo.
    Quando possível compareça nas reuniões publicas que são oferecidas por essa casa e verás como é reconfortante estar perto da Espiritualidade amiga.
    Fique em paz, seja feliz e reduza a sua busca, ao seu próprio bem estar.
    Estamos torcendo por você.


    Minha conclusão:
    Enfim.... Tudo que sinto e vejo é mera invenção. Como se eu achasse isso tudo muito bonito.
    As dores e dilatação no estomago também é mera invenção....
    As internações em UTI sem problema aparente também deve ser...
    Etc etc etc etc


    Estimada Julia
    Para se sentir mais segura com os acontecimentos psíquicos (vidência, audição, odor, etc) precisa instruir-se (ler com atenção). Inicialmente ler e estudar o Livro dos Espíritos e na sequência ler o Livro dos médiuns, entretanto ler paralelamente o Evangelho Segundo o Espiritismo.
    O Evangelho é e sempre será o lenitivo para as dores de nossas almas. Ler o Evangelho S. o Espiritismo é trazer Jesus para dentro do coração. Estudando o Evangelho você terá inevitavelmente os avisos, os conselhos, as advertência para a conduta sadia.
    Julia o que você está sentindo não tem e não deve permitir que venha ter conotação de ordem mental. Você é inteligente, raciocina com lógica e sabe muito bem o que deseja. Talvez sua sua casa mental permaneça ligeiramente crivada de impressões de solidão em face da desencarnação há 5 anos de sua mãezinha e de seu irmão. É evidente que isso agita muito a nossa intimidade, até porque e não podemos esquecer que ainda somos humanos e experimentamos diariamente os conflitos da vida atraente da vida material.
    Ao invés de ficar presa a essas compaixões, sentimentos de incertezas e incômodos pessoais, lembre-se de que na sociedade atual há muitas pessoas sob o jugo de consternações, dores, sofrimentos imensamente maiores do que os seus momentos de conflitos íntimos.
    Pense bem!
    Quantas mães neste exato momento em você lê minhas palavras estão derramando lágrimas de extremadas dores diante e sobre os corpo frios e mortos de seus filhos deitados no caixão.
    Quantas pessoas estão vivendo as dores angustiantes de um câncer devorador nos hospitais públicos.
    Quantos são os que  não tem um pedaço de pão "nem mesmo pão “duro” ou “dormido” para oferecer aos seus filhinhos.
    Quantos seres estão falecendo sob os chicotes da derradeira fome física sem ter o que comer.
    Quantos mendigos e moradores de rua (desamparados pelos familiares) resistem zanzando pelas ruas emporcalhadas das noites gélidas nas grandes cidades.
    Quantas crianças arremessadas nos orfanatos e hoje "entulham" as instituições de caridade
    Quantos idosos jogados nos asilos e que neste instante amargam a dor do repúdio dos entes queridos.
    Quantos pais pranteiam diariamente pelos filhos "que descambaram para o crime" e muitos deles estão hoje penitenciados nas cadeias.
    Quantos desempregados neste instante estão nas mais desumanas amarguras procurando um emprego para sobreviverem com a família.
    Quantas mães que choram lágrimas tristes diante dos filhos drogados, outras que vertem grossas lágrimas diante dos filhos assassinados.
    Há muitas e muitas e muitas e muitas ..... dores a serem aliviadas através de nossas atitudes de amor. Temos que saber ir ao encontros dos sofredores.
    Não podemos pensar só em nossas dores particulares , é preciso que nos envolvamos nas dores do próximo e nossa vida terá muito mais sentido.
    Julia ame-se mais , perdoe-se com inteligência e assim amará o seu próximo com serenidade e perdoará a todos os “inimigos” encarnados e principalmente os desencarnados.
    Continuo à sua disposição.
    Abraços e gratidão.
    Jorge