BLOG E SITES

  • LEITORES
  • 27 de jun de 2010

    NOS ESTATUTOS DE DEUS NÃO HÁ ESPAÇO PARA INJUSTIÇAS


    Prezado Jorge, 
    Muito obrigada por ajudar-me a fortalecer  e a sanar as dúvidas.Não concordo com o tratamento extramedicina,conforme consulta.,é que fazem determinadas coisas sem me consultarem, Há pessoas presas à falta de estudo,tenho certeza de que estou muito mais segura de agora em diante.
        Li estes artigos logo que me foram enviados,mas não me lembrei de imediato.
        Estou ciente da minha doença e não busco este tratamento.Agradeço a Deus a oportunidade sempre.Sei que hei de vencer todas as fraquezas.
        "Os conceitos espíritas nos remetem à certeza de que a matriz das doenças está fincada no estado mental do enfermo ,ou seja,o espírito é o verdadeiro responsável pelas enfermidades","As enfermidades que se alongam ,por toda uma vida,são expiações decorrentes de profundas raízes moral,que só se extinguirão mediante o fim do resgate,pois,-A doença pertinaz leva à purificação mais profunda. - "Os Espíritos não estão
        à nossa disposição para promoverem curas de patologias que ,não raro,representam  para o nosso crescimento espiritual no buril expiatório." Os preceitos doutrinários nos esclarecem que devemos  aproveitar a moléstia como período de lições,sobretudo  como tempode aplicação de valores alusivos à convicção religiosa.A enfermidade pode ser considerada por termômetro da fé."Estas citações me fazem fortalecida e segura.
         Muito obrigada e bom final de semana.
        Um fraternal abraço.
        E..........


     


    Estimada E.............
    A fé raciocinada trilha a vida como ela é, sem fantasia e espera de milagres. Contudo  isso não nos impede de buscarmos o apoio espiritual. Temos Centro que trabalha com tratamento físico-espiritual de imenso conforto e resultados positivos. Com muita serenidade iniciando com uma prece e pequena preleção, com  música suave  transformando o ambiente em socorro de luz e esperança. Sem nenhum personalismo permita-me relatar algo de minha vida. Tenho 5 filhos. minha primeira filha é portadora de uma lesão bilateral no cérebro. Muito jovens ainda eu e minha esposa recorremos a esse tratamento. Para muitos poderia não enxergar grandes mudanças no desenvolvimento de minha filha. Ela que não poderia caminhar, andou e não teve aquele quadro característico de convulsões.  É uma jovem de significativo atraso no seu cognitivo, não fala e muito limitada , porém extremamente feliz. E tenho uma temporona de 5 anos que  sofre com uma bronquite pertinaz, ainda mais nesse clima seco e frio de Brasília. Além da alergista e o acompanhamento pediátrico estamos no centro  levando-a para esse tratamento. Sabemos que as doenças são o escoadouro bendito de nossa  luta para crescermos. A internalização da paciência e da resignação nos ajuda muito. Lembrando sempre que nos estatutos divino a injustiça não tem lugar continuemos firme no trabalho  convictos  de que nesse caminho estamos em paz. 
    Abraços 
    Jorge hessen