BLOG E SITES

  • LEITORES
  • 7 de nov de 2010

    TERCEIRA PROFECIA DE FÁTIMA





    Professor Jorge gostaria muito, se possível saber sua interpretação sobre a mensagem da terceira profecia de Fátima.


    Estimado,

    Para mim, as revelações do futuro pode ocorrer eventualmente num ou noutro caso. A maioria dos Espíritos não pode devassar o futuro, considerando essa atividade uma característica dos atributos do nosso Criador . Temos de considerar, sem dúvida, que nossas existências estão subordinadas a um pré-projeto de provas gerais, onde devemos nos movimentar com o nosso esforço para a harmonização do amanha, e, dentro desse trajeto, os Benfeitores espirituais podem organizar os fatos precognitivos,
    quando sejam importantes as comprovações de que o homem não se resume a um amontodao de carne e ossos, consoante definição do materialismo tacanho. Nunca ficamos semreceber a sublime cooperação dos prepostos do Senhor, na solução dos grandes problemas do futuro.
    Como ensina Emmanuel em O Consolador: Nem sempre a palavra da profecia poderá ser trazida pelas mesmas individualidades espirituais dos tempos idos; contudo, os profetas de Jesus, isto é, as poderosas organizações espirituais dos planos superiores, têm estado convosco, incessantemente, impulsando-vos à evolução em todos os sentidos, multiplicando as vossas possibilidades de êxito nas experiências difíceis e dolorosas. É verdade que os novos enviados não precisarão dizer o que já se encontra escrito, em matéria de revelações religiosas; todavia, agem nos setores da Ciência e da Filosofia, da Literatura e da Arte, levantando-vos o pensamento abatido para as maravilhosas construções espirituais do porvir. Igualmente, é certo que os missionários novos não encontram o deserto de figueiras bravas, onde os seus predecessores se nutriam apenas de gafanhotos e de mel selvagem, mas ainda são obrigados a viver no deserto das cidades tumultuosas, entre corações indiferentes e incompreensíveis, cercados pela ingratidão e pela zombaria dos contemporâneos, que, muitas vezes, lhes impõem o pelourinho e o sacrifício. O amor de Jesus, todavia, é a seiva divina que lhes alimenta a fibra de trabalho e realização, e, sob as suas bênçãos generosas, as grandes almas solitárias atravessam o mundo, distribuindo a luz do Senhor pelas estradas sombrias.
    Há muitas especulação em tornos da chamadas revelações de Fátima, por isso mesmo não devemos dar-lhe maior atenção do que damos aos alertas dos Bons Espíritos, que desde Kardec têm nos alertado para um comportamento compatível com o amor , a fim de que a Terra seja definitivamente morada de paz.
    Um grande abraço.
    Jorge Hessen