BLOG E SITES

  • LEITORES
  • 3 de jan de 2012

    UM DIÁLOGO SOBRE A CANSATIVA TEMÁTICA "TERRA EM TRANSIÇÃO"

    Jorge Hessen

    Leitor:     GRANDES TRANSFORMAÇÕES TERRAQUIAS - Jorge, o que você acha?


    Jorge Hessen:     O que eu acho? Bem! são fobias ,  espetacularizações ,  ficções,  catastrofismos e sofismas. Tem um confrade que vai para hoteis estelares para impor teses esdrúxulas. Não compreendo como alguém consegue embasar uma tese absurda , expondo um tema fantasioso por mais de 180 minutos e citar Espiritismo por apenas (não mais) de 15 minutos. Doutrinariamente nosso confrade impõe  uma tese sem base, sem nada. Observo  infelizmente a personificação de mais um dos vários  vendilhões de livros e palestras  espiritas.
    Perdão! Sou extremamente incisivos ante os falsos profetas.
    Abraços
    Jorge Hessen


    Leitor:      Certo, concordo com você mas sempre lembrando o 1 Coríntios 10-11: "Tudo é lícito mas nem tudo me convém"... Me parece, irmão Jorge, que não nenhuma instituição que contenha a verdade, nem mesmo sombra dela, assim, deve haver um esforço para se aprender atpe mesmo com as pedras!
    Agradeço pela costumeira prioridade na resposta!
    Abração



    Jorge Hessen:     É exatamente por causa dessa dificuldade de aceitação das fontes discutíveis ( vulneráveis) que se me apresentam que particularmente, nas hostes espiritas,  me valho exclusivamemnte das obras de Kardec , afim de que  não ultrapasse a razoável necessidade de  coerência com as minhas teses expressas nos artigos que escrevo e são mais de 400 textos divulgados . Outras "verdades"  existem, sem dúvida, mas as verdades espíritas  me bastam por enquanto, elas me respodem a todas indagação que meu saber comporta e por enquanto outras verdades não me convêm.
    Concordo plenamente com você , pois se bloquearem ou tentarem obstar a disseminação das verdades espíritas (imortalidade, reencarnação, pluraridade dos mundos habitados, Deus, Leis morais, comunicabilidade dos espíritos e sua natureza intrínseca)  até as pedra clamarão para nos ensinar essas inamovíveis verdades.  Todavia, elas precisam chegar às massas de forma muito simples,  inobstante suas profundidades.
    Caro irmão,  desejo-lhe um excelente 2012.
    Um abração
    Jorge Hessen