BLOG E SITES

  • LEITORES
  • 8 de out de 2009

    SONHOS, PAIXÃO ESOTERISMO


    Alis.....: Olá Jorge Hessen é um prazer e uma honra estar falando com vc como estudante de história e apaixonado já lia bíblia 3 vezes e estou lendo uma quarta e adoro estudar sobre as religiões e não deixaria de lado a espírita que acho fantástica inclusive já estive algumas vezes no centro de .........que fica perto da .....a convite de amigos. Em relação a isso já tive algumas experiências como o seu espírito deixa o seu corpo quando vc dorme e sempre me vejo em outro plano e sou um cara que tudo na vida tem que me provar senão não acredito e tive essa experiência então gostaria que vc me tirasse duas dúvidas que aconteceram comigo.
    1 _ A alguns meses atrás tive um sonho que não foi sonho pois tenho certeza que meu espírito estava vagando no outro plano e nesse sonho eu estava em um lugar com várias pessoas que tentavam me agredir e não conseguia ver o rosto delas e elas tentavam me agredir de todos os jeito e quando eu passei em um corredor vi duas cabeças amputadas caídas no chão e inclusive uma delas tinha um terceiro olho na testa me assustei e sai correndo e algumas pessoas começaram a me sacudir e eu tentando voltar com muito custo consegui voltar para o meu corpo e acordei todo tremendo como se meu espírito tivesse voltado bruscamente tive até náuseas foi terrível me explique isso por favor amigo.
    2 - A segunda dúvida é que eu moro em ........ desde os meus 18 anos hoje tenho 34 ou seja a 15 anos e fui criado em ....... minha mãe mora lá até hoje e nos meus tempos de escola tinha uma amiga chamada .................e era minha amiga de infância meus pais eram amigos dos pais dela fizemos o prezinho juntos o primário e até o ginásio até o 2 grau porém um pouco antes deu vir para ...... já não via ela mais ou seja faz um pouco mais de 15 anos que não a vejo e um belo de um dia abri meu orkut e vi um convite nele levei cerca de 3 dias para reconhecer ela e quando a vi senti algo muito diferente dentro de min e começamos a mandar mensagens um para o outro até que caímos no msn e hoje por incrível que pareça estamos muito apaixonados um pelo outro o problema que nos tempos de escola nunca passou isso pela minha cabeça me relacionar com ela e ela é casada e tem uma filha de 12 anos muito difícil para nós esta sendo moral da história : Sei que como Wilian Shaekespear disse "a mais mistérios em baixo do sol do que nossa Van filosofia pode interpretar", e como te disse tudo tem que me provar principalmente depois que fui pra faculdade fiquei pior em relação a isso mas tem coisas que não tem explicação que acontecem que estão além do nosso conhecimento ou vc acredita ou não acredita isso é fé porém o espiritismo trabalha não só com fé mas também com ciência então é a religião completa para min então minha dúvida é porque nesse reencontro nosso está acontecendo isso será que ela tinha que cruzar o meu caminho novamente e tem mais nos nunca tivemos nada nem nos tempos de escola e nos estamos sentindo falta um do outro como se nos estivéssemos casado ou namorados faz um tampão juntos e nos separados e agora nos reencontramos me sinto como se ela já tivesse estado comigo como isso é possível acho já estivemos juntos talvez em outra vida e ela a mesma coisa como isso é possível ou melhor isso é possível e sei que nessa vida nada é por acaso meu amigo poderia me explicar esse mistério é possível e do seu conhecimento se for me explique por favor me dá uma luz.
    Por favor, me desculpe pelo incomodo sei que vc sabe muito mais que eu sobre essas coisas por isso recorro a vc e um abraço
    Alis......



    Jorge Hessen: Prezado Jefferson
    “A afetividade é de incomparável necessidade para a afirmação dos sentimentos e da consciência humana, em razão da constituição espiritual, emocional e psíquica de que todos são constituídos.

    Ante o encontro com outra pessoa, que produz impacto de alta expressão, que se transforma em desejo, esse não é um real sentimento de amor, mas sim de paixão.
    O poeta Shakespeare encontrou a solução para deixar a imaginação humana continuar a paixão de Romeu e Julieta, mediante a tragédia que elaborou para consumi-los, desde que ela não suportaria o desgaste da convivência diária, os conflitos de conduta no relacionamento constante.
    Marco Antônio, o vitorioso de Roma, e Cleópatra, a rainha do Egito, são também um exemplo trágico da paixão por projeção, que termina em caos.
    O amor é dúlcido, sem violência nem arroubos desesperados, que incendeiam e aniquilam. A sua mensagem é real, sem o imaginário do desequilíbrio nem do fantasioso, constituindo estímulo para quem ama sem sofrer desgaste, tanto quanto para o ser amado que não se submete.
    Enquanto a paixão é feita de impulsos imediatistas e extravagantes, o amor se expressa pela ternura e pela confiança, contribuindo para o crescimento moral do indivíduo que avança no rumo de mais altas aquisições. (Em Lições para a Felicidade – Joanna de Angelis)
    Diante das circunstâncias em que se vê envolvido, seja paixão ou amor real, não posso, de forma alguma, incentivar essa relação. Primeiro, porque contraria uma das Leis de Deus, pois a pessoa que você diz amar é casada; segundo, porque esse universo é seu e só você pode resolver.
    O que me cabe dizer é em relação ao meu universo como criatura humana e colaborador fiel às Leis de Deus.
    Jesus já nos alertava: É preciso que o escândalo venha, mas ai daquele que servir de pedra de escândalo. Esta é a frase “chave” que poderá ajudá-lo, se bem analisada e compreendida.
    Quanto ao primeiro relato que você faz sobre sonhos, inúmeras podem ser as causas que o levam a sentir, no Espírito, essas vibrações indesejáveis: pensamentos negativos; ligação com algum fato atual ou passado que ficou que no inconsciente; má digestão ou, ainda, e o mais provável – se não estou enganado – é a espiritualidade lhe mostrando os efeitos sinistros por que passam, no mundo dos Espíritos, aqueles que desconsideram as Leis de Deus e a Lei de Causa e Efeito.
    Já A Terceira Visão, a literatura esotérica explica da seguinte forma: auxilia também que a pessoa se abra para a visão interna a fim de ter maior compreensão de sua realidade interior e das mensagens que lhe são enviadas por sua alma e mônada.
    Lamento se não escrevi o que você, possivelmente, gostaria de ler, mas não posso contrariar a minha natureza espírita e seguidor do Cristo Jesus. Creio, verdadeiramente, no amor, mas aquele que constrói para a eternidade.

    Fraternalmente,

    Jorge Hessen