BLOG E SITES

  • LEITORES
  • 28 de nov de 2009

    FIM DO MUNDO, PLÁGIO E OUTROS



    D.....: Ola amado irmão Jorge, que a paz de Jesus Cristo esteja contigo.
    Amado irmão, eu até tentei ser espírita, mas eu percebi, com a capacidade, que Deus meu Deus que doutrina espírita é muito diferente do movimento espírita.
    E creio que o próprio movimento espírita está estrangulando a doutrina espírita.
    Olha irmão, eu estou lhe escrevendo porque eu sinto que um rapaz que tem dois sites, dentre eles, o tv........org.br esse  rapaz  não fala de outra coisa  senão o fim do mundo.
    Eu fico preocupado com as pessoas simples, pois isso é uma tática de medo.
    No movimento espírita, pode-se tudo;  basta ter dinheiro, montar um centro por uma tv pela internet ou  uma  rádio e  pronto.
    Eu vou ser sincero: eu fico espantado com o materialismo dos espíritas principalmente de alguns que fazem questão de aparecer na mídia ou de se apresentar como o maior expoente do movimento espírita.
    Mas, no movimento, o que mais me espanta é essa espécie de serra pelada dos livros, onde todos querem um filão desse maior mercado de livros que movimenta muitos milhões.
    Sabe irmão, quanto mais eu me aprofundo na espiritualidade mais eu fujo de seitas e religiões.
    Esse rapaz da tv ......  é um espertalhão, assim como alguns que se dizem médiuns e são destaques de mídia.
    Um país como o Brasil, onde o brasileiro médio tem muito pouca opinião formada e que é conduzido facilmente por esses espertalhões, sejam eles líderes religiosos ou políticos, ou de autoridades constituídas, fica muito fácil ganhar dinheiro com a fé alheia.
    Esse rapaz, que se denomina espírita e médium, tem uma música que diz que recebeu de um tal espírito L.....
    Para mim, esse rapaz é obsedado e em um grau muito elevado.
    Quando eu mandei para ele a música da Sarah Brightman chamada attesa, eu ganhei um inimigo, porque eu desmascarei a farsa dele de ser médium.
    Como ele pode receber uma letra para uma música pelo tal espírito L....., se a música já existe e já tem letra?
    Um espírito elevado respeitaria o trabalho dos outros, porque pelas leis aqui do planeta isso é ilegal e se chama plagio.
    Ele se tornou meu inimigo e queria que eu pedisse desculpas a ele.
    Irmão, vc vai me desculpar eu creio que vc deve ser espírita, mas tem muita gente no movimento espírita que tem complexo de Edir Macedo.
    Querem estar na crista da onda da mídia e fazem de tudo para manterem-se equilibrado em suas pranchas de orgulho na crista da onda do materialismo.
    Eu tenho um site no qual eu combati muito esse tipo de criaturas obsedadas, mas eu to cansado, mas sei que a justiça de Deus jamais falhou e jamais falhará, mas eu tenho pena, porque querem fazer com o espiritismo o que fizeram com o cristianismo logo depois da  passagem do Mestre  em carne  por  aqui.
    Abraços e muita paz. 

    Jorge Hessen: Em vários artigos meus, ressalto esses equívocos que alguns espíritas cometem em nome do Espiritismo, infelizmente. Daí, eu pergunto: “Sobre quem recairá o ridículo, se tudo o que está escrito nos livros da Codificação Espírita desmente tais absurdos?” O Espiritismo não é responsável pelos maus atos de alguns. O fato de existirem os irresponsáveis no meio Espírita, não significa que todos se comportem da mesma forma, ou que a Doutrina seja uma coisa má. Quando você afirma que “eu até tentei ser espírita”, significa que você, então, não é. É uma pena, pois a Doutrina Espírita, quando, sistematicamente, estudada e bem assimilada, jamais alguém a abandona, principalmente se a causa da desistência for pelos motivos que você destacou. Os verdadeiros Espíritas respeitam as idéias dos outros, sem, com isso, terem que participar delas. “Por venderem-se vinhos falsificados, não se deve concluir que não exista vinho puro. Se um pintor, por exemplo, pinta em seu quadro um cavalo branco, não faltará quem diga que essa cor faz, aí, mau efeito, que a cor negra conviria mais, e nisto não se comete erro; cometer-se-á, porém, se, vendo que o cavalo é branco, afirmar que é negro.”
     Qual o maior inimigo da religião? Obviamente, que é o materialismo. O Espiritismo combate o materialismo e o faz com êxito, porque fornece provas. Só não entendo por que você se cansou de combatê-lo. Espiritismo não é uma seita qualquer ou uma religião apenas. É ciência, filosofia e religião. “Eis por que, sem ser apenas uma religião, o Espiritismo se prende essencialmente às idéias religiosas, desenvolve-as naqueles que não as possuem, fortifica-as nos que as têm incertas.”
    Quanto às críticas que você faz, Kardec, respondendo a um visitante crítico, disse: “..... a crítica faz aparecer a verdade, mesmo aos olhos daqueles que não a procuravam aí; é assim que muitas vezes, sem querer, se faz reclamo do se quer combater.
    Sim, meu irmão, sou Espírita, graças a Deus, e em nenhum momento você me ofendeu.
    Fraternalmente,
    Jorge Hessen