BLOG E SITES

  • LEITORES
  • 14 de mai de 2010

    NECESSITO DE ESCLARECIMENTO




    Faço pequenas palestras em algumas casas espíritas na periferia da zona norte em SP SP, e, segundo a grande maioria dos dirigentes dessas casas, nos falam da dificuldade em atrair as pessoas para assistirem as palestras evangélicas que ocorrem antes dos passes, e, também pessoas para participarem dos cursos básicos ,mediúnicos e aprendizes do evangelho ( esse último aliás muitas casa nem conseguem ter , pois não há sequer pessoas inscritas,não se consegue o mínimo de ouvistes...)

        Muitos se queixam de outras seitas e religiões, que se utilizam de argumentos ( que as pessoas querem ouvir ), como curas milagrosas, o ganho de dinheiro, a fartura, a prosperidade etc etc.ou seja há um espetáculo e as pessoas preferem o espetáculo onde elas também são chamadas a participarem , do que ir a uma instituição espírita séria onde ficam como meros espectadores e ainda com uma pregação que os exorta a modificarem seus comportamentos, a assumirem responsabilidades  etc

        Diante desse quadro eu lhes pergunto – O QUE PODEMOS FAZER PARA REVERTER  ESSE QUADRO? A maioria dessas casas estão muito próximos dos bolsões de miséria , dor e sofrimento!!! – COMO  CHAMAR ESSAS PESSOAS, QUE SÓ COMPARECEM Á CASA ESPÍRITA QUANDO HÁ DISTRIBUIÇÃO DE ALIMENTOS E ROUPAS!!! Como faze-las compreender que o sofrimento pelos quais passam é causado pela sua própria miséria moral do passado? PEÇO-LHES UMA ORIENTAÇÃO, PARA QUE POSSAMOS JUNTO AOS DIRIGENTES DESSAS CASAS ENCONTRAR UMA FORMA DE LEVAR ÁS PESSOAS O PÃO ESPIRITUAL QUE TANTO LHES FAZ FALTA.

        

        Fraternalmente

        J.....


    Como você mesmo escreveu a maioria das pessoas estão procurando alguma coisa imediatista. Porém como conciliar  o convite silencioso da reforma íntima com esses apelos exteriores do fenômeno, do interesse do que eu fui em vidas passadas,  da orientação para se adquirir um emprego mais rendoso, da  total superação da angústias que fazem parte da vida de qualquer ser humano?
    Creio que o espírita estudioso e sincronizado com a perseverança de uma transformação moral deva cumprir o que está lhe pedindo,  ou seja: a mensagem libertadora do Espiritismo.
    Não  se intranquilize com os apelos que devam atrair mais pessoas. O número  (reduzido ou grande )da platéia que irá assistí-lo , em suas sinceras preleções, será aquela que lá estará para aprender alguma coisa com suas palavras para servirem de norte em sua vida.
    Minimize essa sua preocupação J......, muitas vezes os dirigentes de Centros Espíritas,  apesar da sinceridade , estão a procura de casas cheias como se isso fosse o objetivo maior da Doutrina Espirita. Quanto aos nossos irmãos carentes ( mais desfavorecidos socialmente) realmente   precisam atender as necessidades do estômago. Um trabalho  perseverante em nome do amor ao próximo realiza a assistência fraterna em primeiro lugar,   acalmando as necessidades físicas.  Como nos ensinou Chico Xavier - a prática do bem exterior é um convite para a realização do bem interno, ou seja,  o conhecimento do verdadeiro amor , depois  a motivação do conhecimento espiritual.
    J....... cumpramos a tarefa com dedicação e carinho. Que nosas palavras possam ser luzes no caminho de muita gente ávida por consolo . Não nos deixemos  levar  por esse tipo de preocupação. Não há formúla de reverter determinadas situações exceto pelo trabalho equilibrado, o estudo constante e a sinceridade cristã.
    Então avancemos e realizemos as palestras com alegria e bom conteúdo doutrinário e deixemos a semente germinar no solo adequado em que possa fecundar robusta.
    J......, estaremos sempre a sua disposição para um diálogo construtivo.
     Abraços Jorge Hessen