BLOG E SITES

  • LEITORES
  • 9 de jul de 2010

    A MENTE NÃO PERTENCE AO CÉREBRO E O CÉREBRO NÃOEXPLICA A MENTE




    Sr jorge,
     
    Li seu artigo sobre A MENTE NÃO PERTENCE AO CÉREBRO E O CÉREBRO NÃOEXPLICA A MENTE e gostei muito, só que desculpe minha ignorância, pois ainda estou aprendendo o espiritismo..mas Sr jorge, Kardec afirma no livro dos espíritos que o principio inteligente, pertence ao espírito, mas quando fui ler o livro o mundo maior, André luiz relata que no cerebro se localiza os setore dos sentimentos, desejos, pensamentos... sendo assim me confundiu, desculpe minha ignorância, mas afinal o cerebro sente e pensa? ou quem pensa e sente é o espírito, sendo o cerebro apenas um veículo sem o poder de pensar? Desde já agradeço sua atenção e carinho.


    Prezada:
    Ao reler os capítulos sobre o cérebro no livro No Mundo Maior  observamos que de uma maneira mais profunda completa a assertiva que Kardec escreve que  o princípio inteligente pertence ao espírito..Se André Luiz nos informa que a mente no mundo espiritual age no organismo perispíritico com poderes muito mais  extensos o que não falar dessa mente comandando o nosso corpo. O autor afirma que o cérebro é o órgão sagrado da manifestação da mente. Assim como  no conteúdo doutrinário  aprendemos que seria uma  afirmativa inconsequente determinar o  ponto em que termina a matéria e começa o espírito. Podemos ilustrar de uma maneira didática para melhor compreendermos o cérebro e a mente. O cérebro é a casa  onde ligado por unidades nervosas cuja a natureza elétrica apta a captar todas as sensações internas e externas abriga ,expressando de uma maneira mais grosseira ,a mente.André Luiz afirma O cérebro real é aparelho dos mais complexos em que nosso eu reflete a vida. Isso estaria consoante com Karde :Da influência dos órgãos se pode inferir a existência de uma relação entre o desenvolvimento do cérebro e o das faculdades morais e intelectuais? Indaga Kardec. Explicam-nos os Emissários do Cristo: "Não confundais o efeito com a causa. O Espírito dispõe sempre das faculdades que lhe são próprias. Ora, não são os órgãos que dão as faculdades, e sim estas que impulsionam o desenvolvimento dos órgãos." O  princípio inteligente não está inserido no corpo que atuamos , expressamos nossa emoção,  adquirimos nossos aprendizados.manifestamos nossa inteligência.O importante que possamos aliar sabedoria e amor, o velho proverbio que são as duas asas que se elevam para Deus., se a mente desvairada atrai forças negativas , a mente enlevada é dínamo de luz a espalhar raios divinos beneficiando todos que a possuem,principalmente o cérebro que a alberga. Não sei se foi possível ser claro, mas esse é um assunto  riquíssimo que até os espíritos abordam  gradualmente, porque seria impossível todas as informações.
    Que o Senhor abençõe nosso esforço de aprendizagem. 
    Saudações,
    Jorge Hessen
    www.jorgehessen.net
    www.jorgehessenestudandoespiritismo.blogspot.com
    www:leitoresdojorgehessen.blogspot.com/
    www.espiridigi.net