BLOG E SITES

  • LEITORES
  • 20 de jun de 2011

    ADULTÉRIO

    Senhor Jorge Hessen
    Entao o senhor me recomenda  um tratamento desobssesor e o evangelho no lar? isso eu ja fiz e foi quando deitada em minha cama alguem me sopra nos ouvidos!levanta vai pra janela e  eu fui quase domindo e vi meu esposo na madrugada  bebendo e  me traindo sai de casa crrendo feito louca e dei um flagra foi a primeira vez que peguei. depois continuando o tratamento eu mi via todas as noites assim que dormia o presidente da casa e um medium chamado rrrr vinham me buscar e para um medico era um ambulatorio e dali ele extraia larvas pretas  acinzentadas do meu baixo ventre entao começei a ficar com muito medo porque eu achava que tava com algo errado em mim mas tive vergonha de falar com alguem do lar espirita e tentava so descobrir entao eu fazia o evangelho ajudava no lar no trabalho de caridade isso preencheu o vazio que ha muito tempo sofri com isso eu me sentia deslocada ansiosa coisa que desaparecia quando eu começei no trabalho de caridade no estudo ,no evangelho so que em casa do piorava e em uma noite me deu vontade de  de fazer o evangelho entao eu  fiz e jorge  primeiro uma emoçao muito forte depois depois uma crise de choro eu sentia  algo era como de eu ouvesse recebido a pior das noticias  levantei da mesa com a certeza que meu marido me traia na minha cabeça dizia vai e verdade!   no outro dia de manha meu marido havia chegado as 4 da madrugada as 9 ele saia de novo e a mesma voz dizia e hoje ! fui atras dele o segui o flagrei  mas nao tive vontade de fazer ou dizer nada apenas eu  falei igual uma mae poe o filho pra casa eu disse a ele o que vc ta fazendo? vc acha certo? ele falou pra mim vai pra casa chegar la nos conversamos  minha pergunta e a seguinte! mesmo antes de frequentar e estudar o espiritismo  sempre recorri ao doutor bezerra e a uma senhora chamada xxxx sempre que estou em alguma afliçao  ou angustiada. e eu havia pedido a eles que se fosse da vontade de deus me mostrassem a verdade ;entao foram eles ,ou obssesores e se foi obssesores prq nao tive reaçao nem uma? nem raiva,nem espanto nada. apenas graças a deus acabou eu num sou louca ele me traia me ajude pois nao sei nada.
    ABS.
    ZZZ.



    Prezada zzz

    Para clarearmos sua situação recorremos a André Luiz primeiramente conforme a seguir:

    No livro nos Domínios da Mediunidade encontramos um capítulo intitulado “ Dominação Telepática” Em que encontramos o drama de Anésia  que  sorvia o fel de dura prova. Pois seu esposo , vivia sob a estranha fascinação de outra mulher.  Considerando-se que marido e mulher respiram em regime de influência mútua, a atuação do esposo envolve Anésia, atingindo-a de modo lastimável, porquanto ela não tem sabido imunizar-se,  com os benefícios do perdão incondicional..

    No capítulo intitulado Mediunidade e oração do mesmo livro destacamos o seguinte:

    Durante o sono físico Anesia foi levada pelo desprendimento parcial do perispirito  para um clube noturno, e surpreendeu seu esposo e a mulher (a amante) em atitudes de profunda intimidade afetiva.

    Anésia desferiu doloroso grito e caiu em prantos

    E os Benfeitores  falaram-lhe assim:

    Minha irmã, Reanime-se! não perca a esperança!

    - Fui traída Por meu esposo, que falhou aos compromissos do casamento...

    Supões que o casamento seja uma simples excursão no jardim da carne? ou que o matrimônio é apenas a musica da ilusão a eternizar-se no tempo?

    Anésia o lar é uma escola em que as almas se aproximam para regeneração, no aprimoramento que nos cabe. Esquece-se de que seu esposo precisa muito mais agora de seu entendimento e carinho?  Anésia, o amor não é tão somente a ventura rósea e doce do sexo perfeitamente atendido. É uma luz que brilha mais alto, inspirando a coragem da renuncia e do perdão incondicionais, em favor do ser e dos seres que nós amamos.

    Sim. Reconheço...Entretanto, não me deixe sozinha...Sinto-me atribulada. Que fazer da mulher que o domina?  - Compadeçamo-nos dela!  - Abstenhamo-nos de julgar. 

    Depois dessas duas lições em que extraímos  pontos para reflexões , zzz,  encaminhamos abaixo algumas mensagens que deve ser lidas com muita atenção para melhor situares sua situação. Cada situação é uma situação. A de Anésia pode ser semelhante a sua  ou não . Isso é uma questão meramente individual. Por isso,  pedimos para que leias atenciosamente  as lições de  Emmanuel no livro Vida e sexo:

    Adultério e prostituição (Emmanuel/ Vida e Sexo)  

    Atire-lhe a primeira pedra aquele que estiver isento de pecado, disse Jesus. Esta sentença faz da indulgência um dever para nós outros porque ninguém há que não necessite, para si próprio, de indulgência. Ela nos ensina que não devemos julgar com mais severidade os outros, do que nos julgamos a nós mesmos, nem condenar em outrem aquilo de que nos absolvemos. Antes de profligarmos a alguém uma falta, vejamos se a mesma censura não nos pode ser feita. Do item 13, do Cap. X, de O Evangelho Segundo o Espiritismo.   
    É curioso notar que Jesus, em se tratando de faltas e quedas, nos domínios do espírito, haja escolhido aquela da mulher, em falhas do sexo, para pronunciar a sua inolvidável sentença: "aquele que estiver sem pecado atire a primeira pedra". Dir-se-ia que no rol das defecções, deserções, fraquezas e delitos do mundo, os problemas afetivos se mostram de tal modo encravados no ser humano que pessoa alguma da Terra haja escapado, no cardume das existências consecutivas, aos chamados "erros do amor". Penetre cada um de nós os recessos da própria alma, e, se consegue apresentar comportamento irrepreensível, no imediatismo da vida prática, ante os dias que correm, indague-se, com sinceridade, quanto às próprias tendências. 
    Quem não haja varado transes difíceis, nas áreas do coração, no período da reencarnação em que se encontre, investigue as próprias inclinações e anseios no campo íntimo, e, em sã consciência, verificará que não se acha ausente do emaranhado de conflitos, que remanescem do acervo de lutas sexuais da Humanidade. Desses embates multimilenares, restam, ainda, por feridas sangrentas no organismo da coletividade, o adultério que, de futuro, será classificado na patologia das doenças da alma, extinguindo-se, por fim, com remédio adequado, e a prostituição que reúne em si homens e mulheres que se entregam às relações sexuais, mediante paga, estabelecendo mercados afetivos. 
    Qual ocorre aos flagelos da guerra, da pirataria, da violência homicida e da escravidão que acompanham a comunidade terrestre, há milênios, diluindo-se, muito pouco a pouco, o adultério e a prostituição ainda permanecem, na Terra, por instrumentos de prova e expiação, destinados naturalmente a desaparecer, na equação dos direitos do homem e da mulher, que se harmonizarão pelo mesmo peso, na balança do progresso e da vida. 
    Note-se que o lenocínio de hoje, conquanto situado fora da lei, é o herdeiro dos bordéis autorizados por regulamentação oficial, em muitas regiões, como sucedia notadamente na Grécia e na Roma antigas, em que os estabelecimentos dessa natureza eram constantemente nutridos por levas de jovens mulheres orientais, direta ou indiretamente adquiridas, à feição de alimárias, para misteres de aluguel. 
    Tantos foram os desvarios dos Espíritos em evolução no Planeta – Espíritos entre os quais muito raros de nós, os companheiros da Terra, não nos achamos incluídos - que decerto Jesus, personalizando na mulher sofredora a família humana, pronunciou a inesquecível sentença, convocando os homens, supostamente puros em matéria de sexualidade, a lançarem sobre a companheira infeliz a primeira pedra. Evidentemente, o mundo avança para mais elevadas condições de existência. Fenômenos de transição explodem aqui e ali, comunicando renovação. E, com semelhantes ocorrências, surge para as nações o problema da educação espiritual, para que a educação do sexo não se faça irrisão com palavras brilhantes mascarando a licenciosidade. 
    Quando cada criatura for respeitada em seu foro íntimo, para que o amor se consagre por vínculo divino, muito mais de alma para alma que de corpo para corpo, com a dignidade do trabalho e do aperfeiçoamento pessoal luzindo na presença de cada uma, então os conceitos de adultério e prostituição se farão distanciados do cotidiano, de vez que a compreensão apaziguará o coração humano e a chamada desventura afetiva não terá razão de ser.

    Mas recorde-se de que tudo é uma questão pessoal, é necessário que o paciente queira se ajudar para que receba ajuda. Recorde-se que a vontade desse seu processo conflituoso, sair da angústia será um processo completamente individual e intransferivelmente pessoal.  Confie em Deus, nosso Pai amoroso e Bom.


    Segundo Emmanuel, Espírito, não devemos esquecer a necessidade de trazer o Cristo para o cenário de amor onde nos refugiamos.

    É um trabalho simples. Escolhemos alguns minutos por semana e nos reunimos com todos aqueles que vivem conosco, para o aprendizado das lições de Jesus.

    Recomendável seja feito esse estudo no mesmo dia da semana e horário. Iniciamos com uma prece espontânea, abrimos uma página do Evangelho e lemos, em voz alta, alguns trechos, comentando-os em seguida. Os companheiros participantes devem expor suas dúvidas, seus temores e dificuldades. Através da conversação edificante produzida, os benfeitores da espiritualidade superior "distribuirão a todos idéias e forças, em nome do Cristo, para que horizontes novos iluminem o espírito de cada um."

    Procure cultivar o hábito da oração e manter-se em vigilância, no pensamento, no falar e no agir.

    Outrossim, assistindo às palestras da Casa Espírita, prestando a devida atenção, sempre encontraremos respostas para as nossas dúvidas, por meio dos ensinamentos dos oradores e a assistência inspiradora dos nossos mentores e protetores espirituais, com certeza. A Casa Espírita proporciona o benefício do passe, o qual constitui-se duma transfusão de energias, que nos revigoram e reanimam. Igualmente, a participação em atividades de caridade, de ajuda ao próximo, proporciona a higiene mental necessária à nossa renovação.

    Abraços

    Jorge Hessen